Google+ Followers

POEMA AO ACASO









Poema ao acaso


segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Pe. Zezinho, scj - Ao país dos meus sonhos


Música: Ao país dos meus sonhos
Pe. Zezinho, scj
Paulinas-COMEP
Ao país dos meus sonhos
Pe. Zezinho, scj

Sem ladrões a nos tirarem os frutos do nosso suor
Sem ladrões a desviarem os bens que o meu povo juntou
Sem bandidos e assassinos pondo em risco as nossas vidas

É o país dos meus sonhos
É o meu país libertado
Este é o meu país resgatado que eu sonho rever

Já fomos bem mais fraternos
E mais vizinhos e amigos
E muito mais solidários
Já não somos o mesmo país

Quero de volta o país dos meus sonhos
Mais cheio de rostos risonhos
De volta o país solidário
Que eu conheci em criança
De volta o país da esperança

De vizinhos que se conheciam
De vizinhos que se reuniam
De vizinhos que se protegiam